Cl√°ssico macete para o uso de crase

Cl√°ssico macete para o uso de crase

Crase é a fusão da preposição a com os artigos a ou as, ou da preposição a com os pronomes demonstrativos aquela(s), aquele(s), aquilo.

Usamos acento grave no a para indicar a fusão.



Exemplo:

Não vou à escola amanhã.

O verbo ir exige a preposição a e o substantivo feminino escola é acompanhado do artigo definido a. A contração dessas duas vogais idênticas forma a crase:

Não vou a(prep.) a(art.) escola amanhã.
‚ě• vou √†¬†escola.

Para compreender a crase, √© fundamental conhecer a reg√™ncia dos verbos e dos nomes que exigem a preposi√ß√£o a.¬†Esse conhecimento nos permite verificar a ocorr√™ncia simult√Ęnea da preposi√ß√£o a e do artigo a(s)¬†ou de algum pronome e, consequentemente, fazer o uso correto do acento grave.¬†No entanto existem algumas dicas simples que facilitam o uso da crase.

Macete para o uso de crase

Uma dessas dicas é trocar o substantivo feminino por um masculino.

Se o a(s) tornar-se ao(s), o a(s) ser√° craseado.

Veja:

A professora se referia às alunas reprovadas.
A professora se referia aos alunos reprovados.


Pedro entregou o dinheiro à garçonete.
Pedro entregou o dinheiro ao garçom.


Sua blusa é igual à blusa da minha irmã.
Seu vestido é igual ao vestido da minha irmã.


Tatiana se referia à carta.
Tatiana se referia ao jornal.