Como se escreve: Cérebro ou Célebro

Cérebro ou Célebro

A forma correta é cérebro, a palavra célebro está errada. O substantivo masculino cérebro se refere ao órgão mais importante do sistema nervoso central dos animais, ou seja, à maior parte do encéfalo.

Refere-se também à capacidade intelectual das pessoas, sendo sinônimo de inteligência, gênio, intelecto, cuca, percepção, entendimento, mente,… Pode indicar ainda um mentor intelectual, ou seja, o cabeça da atividade, bem como juízo, siso, tino.

A pronúncia errada de “célebro” em vez de “cérebro” é um erro de fonética e se deve a uma troca entre a consoante “R” e a consoante “L”. Este tipo de erro é frequente no português, sendo considerado um erro de ortoépia, ou seja, erro na correta articulação dos grupos vocálicos e dos fonemas consonantais.

A palavra cérebro tem sua origem na palavra em latim cerebrum, devendo assim ser escrita com “R’ na segunda sílaba, não com L (cé-re-bro). Também assim deverão ser escritas as palavras cognatas de cérebro, como cerebral, cerebralizar, cerebrino, cerebrite, cerebração,…

Exemplos:

Devemos exercitar nosso cérebro com leitura e memorização.

O cérebro humano se divide no hemisfério esquerdo e no hemisfério direito.

O cérebro masculino é maior do que o cérebro feminino.

Não existe a palavra célebro, mas existe a palavra celebro, forma conjugada do verbo celebrar na 1ª pessoa do singular do presente do indicativo: eu celebro. A sílaba tônica da palavra celebro é a sílaba “le”, sendo uma palavra paroxítona.