Conheça a regência do verbo AGRADECER

Conheça a regência do verbo AGRADECER

“Agradecer” é verbo transitivo direto e indireto. O objeto direto é representado pela coisa; o indireto, pela pessoa. Como indireto, exige a preposição “a”. Ou seja, agradecemos a alguém [objeto indireto] alguma coisa [objeto direto].

Exemplo:

Quero agradecer a todos o carinho.
[perceba que, antes do objeto indireto, a preposição “a” é introduzida].

Nem sempre a pessoa a quem se agradece é mencionada:

Eu agradeço a confiança depositada.

Quando mencionada, pode ser substituída pelo pronome lhe(s):

  1. Quero agradecer ao meu melhor amigo.
    Quero agradecer-lhe (ao meu melhor amigo).
  2. Agradecemos aos clientes a preferência.
    Agradecemos-lhes a preferência.

Importante:

Segundo Celso Pedro Luft, “também ocorre a sintaxe agradecer-lhe por algo, por causa da significação ‘motivo ou causa’, da ação de agradecer”. Nessa opção de regência, o verbo é transformado num transitivo indireto e acompanhado de um adjunto adverbial de causa. Exemplo:

Agradeço a todos pelo carinho.

Análise:

  • agradecer = verbo transitivo indireto.
  • a todos = objeto indireto.
  • pelo carinho = adjunto adverbial de causa.