Cuidado com o uso dos colchetes

Cuidado com o uso dos colchetes

Colchetes _ [ ] _ s√£o um recurso gr√°fico usado para introduzir breves esclarecimentos no texto, principalmente artigos, tradu√ß√Ķes ou declara√ß√Ķes literais.



Servem para deixar claro que são uma intervenção da Redação no texto ou na declaração original.


Evite o uso excessivo de colchetes para explicar uma declaração de um personagem da notícia:

O presidente Lula elogiou a atua√ß√£o do governador paulista durante a onda de ataques do PCC: “Ele [Lembo] n√£o podia fazer mais do que fez [em rela√ß√£o aos ataques], e o governo federal tamb√©m n√£o podia interferir sem que o governador pedisse”.

Se a frase n√£o puder ser entendida sem os colchetes, prefira o discurso indireto. Em vez de:

Ele teme a infiltra√ß√£o de pessoas interessadas em destruir a imagem da parada. “[O TAC] pode animar pessoas a fazer atos de vandalismo”, disse,

escreva:

Ele teme que o TAC incentive pessoas que são contra a parada a fazer atos de vandalismo só para prejudicar a imagem do evento.


O melhor uso dos colchetes é o didático:

“A indica√ß√£o de Lagos [Ricardo Lagos, pol√≠tico socialista chileno] provocou rea√ß√Ķes na oposi√ß√£o.”

“A Escherichia coli [tipo de bact√©ria frequente no intestino humano] √© o burro de carga da engenharia gen√©tica” disse o cientista.