Equívocos no ensino do português

Equívocos no ensino do português

Conheça alguns equívocos no ensino do português, segundo Evanildo Bechara, um dos maiores gramáticos do Brasil.


Risco de vida

H√° professores que condenam essa express√£o. O correto seria “risco de morte”. Nesse caso, por√©m, √© o uso que d√° a norma – e o uso consagrou “risco de vida‚ÄĚ.


Correr atrás do prejuízo

Outra expressão perseguida como incorreta, pois se vai atrás do lucro, não do prejuízo.

“As pessoas n√£o percebem que ‘correr atr√°s’, neste caso, quer dizer diminuir”, esclarece Bechara.


Hora da onça beber água

Muitos gram√°ticos ensinam que “antes do dia nascer” ou “a hora da on√ßa beber √°gua” est√£o errados: deve-se escrever “de o dia” e “de a on√ßa” para respeitar a sintaxe. Bechara nota que a diferen√ßa entre “de a” e “da” √© apenas fon√©tica. N√£o muda nada na sintaxe.


Coffee break

Bechara considera impr√≥prias algumas palavras estrangeiras utilizadas n√£o por necessidade cultural, mas por esnobismo. Seria o caso de “coffee break” no lugar de “intervalo” e de “paper” no lugar de “monografia“.


Material extraído da VEJA.COM.