Linguagem denotativa e conotativa: saiba diferenci√°-las

Linguagem denotativa e conotativa: saiba diferenci√°-las

Ao elaborar um texto em língua portuguesa temos a possibilidade de utilizar duas linguagens, que certamente você já ouviu falar: a denotativa (sentido literal) e/ou conotativa (sentido figurado).

Fique atento à explicação e saiba como utilizá-las de forma criativa na produção de seus textos.

Linguagem denotativa

√Č a linguagem que utiliza o sentido literal das palavras, ou seja, o significado pr√≥prio, o mesmo encontrado no dicion√°rio. O sentido denotativo √© bastante utilizado em textos objetivos que transmitem informa√ß√Ķes reais.

Exemplos:

‚ÄúEstou te esperando h√° meia hora.‚ÄĚ
‚ÄúVoc√™ est√° trabalhando muito.‚ÄĚ
‚ÄúEle √© uma pessoa calculista.‚ÄĚ
‚ÄúO t√©cnico est√° irritado com a equipe.‚ÄĚ
‚ÄúCientistas descobrem nova camada no interior da Terra.‚ÄĚ


Onde encontramos a linguagem denotativa: jornais, regulamentos, textos científicos, bulas de medicamentos.

Linguagem conotativa

A linguagem conotativa refere-se ao sentido figurado e simbólico, portanto, pode ter vários significados de acordo com o contexto ao qual está associada.

Exemplos:

‚ÄúEstou esperando minha encomenda h√° s√©culos.‚ÄĚ
‚ÄúO t√©cnico estava uma fera com a equipe.‚ÄĚ
‚ÄúVoc√™ vai morrer de tanto trabalhar.‚ÄĚ
‚ÄúO cora√ß√£o dele √© um gelo.‚ÄĚ
‚ÄúEles devoraram o livro.‚ÄĚ

Onde encontramos a linguagem conotativa: textos literários, peças publicitárias, ditos populares.