Me e mim. Quando usar?

Me e mim. Quando usar?

Listamos a definição e formas de uso de cada um destes pronomes.

ME é pronome oblíquo átono, utilizado sem preposição. Já o MIM é um pronome oblíquo tônico e sempre vem seguido de preposição.



ME

» É pronome oblíquo átono: Isso quer dizer que tem a pronúncia mais fraca

» Marca a 1ª pessoa do singular: eu

» É usado sem preposição: Ou seja, completa o sentido de um verbo sem o auxílio de uma preposição, seja ele qual for


Exemplos:

José me ofereceu uma carona.
[e não: *mim* ofereceu]


Os alunos sempre me respeitaram.
[e não: *mim* respeitaram]


Ele disse que me adicionou.
[e não: *mim* adicionou]


Percebe que não há preposições nas frases acima?


MIM

» É pronome oblíquo tônico: Isso quer dizer que tem a pronúncia mais forte

» Também marca a 1ª pessoa do singular: eu

» Vem sempre seguido de preposição: a, para, de, sem, por…



Exemplos:

José ofereceu carona a mim.


Disseram a mim toda a verdade.


Mandou uma carta para mim.


Notou as preposições? Pronto, agora você sabe como e quando empregar me e mim!