Regência do verbo “aspirar”

Regência do verbo “aspirar”

Nos sentidos de:
introduzir qualquer fluido (ar, pó, odores, fumaça, partículas, etc.) pelo nariz ou pela boca
sugar


Aspirar pode ser verbo transitivo direto (VTD) ou verbo intransitivo (Int).


Exemplos:

1) Aspirei o perfume das flores. (VTD)

2) Em regiões muito altas, é difícil aspirar. (Int).



Nos sentidos de:
desejar muito

almejar
agradar


Aspirar será verbo transitivo indireto, cujo complemento vem introduzido pela preposição “a”:


Exemplos:

1) O rapaz aspirava a um prêmio numa grande companhia.

2) A criança aspirava ao amor do pai.

[Veja que, entre “aspira” e “amor”, está “ao”, que é o encontro da preposição “a”, exigida pelo verbo, com o artigo “o” (que define “amor”)].